Alunos da LTAM apoiam o projeto “Mariscar sem lixo” da Ocean Alive

Alunos do curso de Licenciatura em Tecnologias do Ambiente e do Mar da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal mobilizam-se para apoiar o projeto “Mariscar sem lixo” da Ocean Alive em zonas do estuário com pouca acessibilidade por terra. A iniciativa contou com o patrocínio da empresa Navigator, Lda.
No total, 43 alunos do 1º e 3º ano no âmbito das disciplinas de Ecologia, Conservação da Natureza e Recursos Marinhos e 3 professores do Instituto Politécnico de Setúbal participaram na ação durante 2 dias, 24 e 25 de outubro de 2019, realizada na Ilha do Cavalo e Sol Troia (interior do rio), para recolha do lixo transportado pelo mar e acumulado nas praias e zonas dunares. 
O estuário do rio Sado sustenta uma grande biodiversidade de espécies na sua Reserva Natural cuja biodiversidade se pretende preservar. Estas ações voluntárias visam reduzir e minimizar o efeito do lixo produzido pelos humanos nas espécies marinhas e de avifauna e contribuir para a sustentabilidade dos ecossistemas. A presença de todo este lixo no mar pode afetar também a qualidade dos produtos do mar de que nos alimentamos.
Cerca de 150 kg de lixo constituído por plásticos (garrafas de água e sal), algum vidro, e materiais de atividades do estuário foram removidos da Ilha do Cavalo. Na zona junto à caldeira da Comporta foram removidos 500 kg de lixo constituído maioritariamente por vidro de garrafas e de materiais de construção. 
Para além da melhoria imediata dos locais sujeitos à intervenção esta ação acaba por incentivar toda a população a depositar o seu lixo nos locais próprios, mantendo as dunas e o estuário limpos. 

Alunos 1º ano LTAM na contagem de lixo ilha cavaloAlunos 3º ano LTAM_avaliacao da quantidade recolhida - Sol troia (rio)